10 de out de 2013

GIULIANO GEMMA MORREU...VIVA RINGO!




O ator Giuliano Gemma se tornou mundialmente conhecido, inclusive aqui no Brasil, pelos personagens que interpretou nos clássicos de “western spaghetti” (filmes de bang-bang de produção italiana), entre os quais posso citar sua estréia no gênero, Uma Pistola para Ringo (Una pistola per Ringo); a seguir seu maior sucesso, O  Dólar Furado (Un dollaro bucato); e Dias de Ira (I giorni dell’ira), contracenando com o inesquecível Lee Van Cleef (1925-1989), todos na década de 1960. 

Giuliano Gemma, ou melhor, Ringo!
O personagem conhecido como “Ringo” era um pistoleiro de saque rápido e que exibia grande agilidade e elasticidade nas cenas de ação. Na verdade, o ator italiano Giuliano Gema era um atleta e pugilista e sua boa aparência cooperou para sua crescente fama como ator e galã internacional, apesar de nunca ter sido reconhecido devidamente nos Estados Unidos, como ocorreu com seu compatriota Franco Nero. Aliás nos EUA, Gemma foi obrigado a usar codinome de Montgomery Wood. 

Giuliano Gemma com o rei Roberto Carlos na década de 1960 e com Betty Faria na década de 1980.
No Brasil  ficou mais conhecido pelo nome de batismo, Giuliano Gemma, e inicialmente fez mais sucesso aqui com seu estilo de “bom moço” do que seus rivais Franco Nero e Clint Eastwood que faziam personagens do tipo anti-herói, com cara de mau, sujos e de caráter duvidoso. Mas os personagens de Nero e Eastwood vingariam finalmente, tendo mais longevidade e reconhecimento internacional graças às colaborações do consagrado diretor Sergio Leone e do compositor, arranjador e maestro, Enio Morriconi. Em uma rápida passagem pelo Brasil no auge da sua fama nos de 1960, Giuliano Gemma conheceu o nosso Roberto Carlos, na época o “rei do Iê Iê Iê” e chegou a participar como jurado no programa de auditório do Chacrinha. 
 
Giuliano Gemma encarnando o personagem de quadrinhos, Tex.
Giuliano Gemma encarnou também o famoso personagem de faroeste dos quadrinhos italianos, Tex Willer (criado por Sergio Bonelli). O novo filme sobre o herói dos gibis foi realizado em 1985 e, no ano seguinte, Gemma retornou ao Brasil, para divulgar “Tex e o Senhor do Abismo”, conhecendo as atrizes Betty Faria e Sônia Braga. Só para registrar, o personagem de HQ, Tex, obteve grande popularidade com os aficcionados dos quadrinhos de bang-bang na década de 1980 e 1990 no Brasil. Quando a carreira cinematográfica de Giuliano Gemma entrou em declínio, ele  passou a atuar como apresentador de televisão e nos últimos anos de vida como escultor, tendo suas obras um certo reconhecimento pelos críticos. Nascido em 02 de setembro de 1938 em Roma, Gemma faleceu em 01 de outubro de 2013, na cidade de Civitavecchia, Itália, após sofrer um acidente de carro próximo a Cerveteri, aos 75 anos de idade.  Chegou a ser levado ao hospital mas não resistiu aos ferimentos. Adiós, Ringo!

Alguns dos mais famosos western spaghetti de Giuliano Gemma

01 – Uma Pistola para Ringo – 1965

02 – O Retorno de Ringo – 1965

03 – O Dólar Furado – 1965

04 – Adeus Gringo – 1965

05 – Por Alguns Dólares a mais – 1966

06 – Arizona Colt – 1966

07 – Um Dia de Ira – 1967

08 – Dias de Vingança – 1967

09 – Minha Lei é Matar ou Morrer – 1967

10 – California, Adeus – 1977

11 – Sela de Prata – 1978

12 – Tex e o Senhor do Abismo - 1985

Por Eumário José Teixeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário