18 de jun de 2016

CARRÕES FAMOSOS DA TV E DO CINEMA – Parte IV – Ford Mustang GT-390, de Bullit


Um filme que é a cara do final da década de 1960 e início da década de 1970, foi “Bullit”, estrelado por Steve McQueen, sem dúvida o maior astro dos filmes policiais e de ação da época. Steve McQueen já reinava nas telas antes mesmo da consolidação de outros astros “durões” como Clint Eastwood e Charles Bronson. O filme Bullit, em especial, foi marcante por exibir uma das mais intensas perseguições de carros já filmadas.

Bullit, um dos melhores filmes de Steve McQueen

Bullit foi lançado em outubro de 1968 nos EUA, sob a direção de Peter Yates e com o roteiro adaptado de Alan Trustman e Harry Kleiner, baseado no livro “Mute Witness” de Robert L. Fish, de 1963. A música original rica em elementos de um jazz suave foi composta por Lalo Schifrin, o mesmo que compôs mais tarde a clássica trilha sonora para Enter the Dragon (Operação Dragão, com Bruce Lee, em 1973).



O duelo entre o Ford Mustang GT-390 e o Dodge Charger R/T pelas ruas de San Francisco
Mas o que mais chamou a atenção no filme não foi tanto a sua conclusão no final, mas uma cena anterior de perseguição de carros pelas ladeiras da cidade de São Francisco, na Califórnia. Os dois veículos envolvidos eram um Ford Mustang GT-390 verde, dirigido pelo oficial de polícia Bullit (Steve McQueen) e o Dodge Charger R/T negro guiado pelos assassinos profissionais, que saltavam pelas ruas da cidade donde se pregava a cultura do “flower power”.

Steve McQueen, perfeito para o papel de Bullit. Carros e alta velocidade era com ele mesmo.


Detalhes do Ford Mustang sob a direção de McQueen
A filmagem de tal duelo automobilístico com todo aquele estilo inovador influenciou os filmes policiais nos anos seguintes, como a série “Dirty Harry” (com Clint Eastwood) e “Operação França I e II” (The French Connection, em 1971 e 1975), com Gene Hackman.
Bullit sempre é lembrado com um dos melhores trabalhos de Steve McQueen, e é sempre mencionado nas rodas de conversa quando se fala em perseguições automobilísticas.
Steve McQueen era conhecido por sua paixão por guiar carros e motocicletas em alta velocidade. 

Steve McQueen em Fugindo do Inferno numa motocicleta nazista
Para quem gosta de alta velocidade nas telas, As 24 Horas de Le Mans, com McQueen, é essencial
No filme “Fugindo do Inferno (The Great Escape, de 1963) McQueen protagonizou a famosa cena de fuga de um campo de prisioneiros pilotando uma motocicleta do exército alemão; sendo que o famoso salto sobre a cerca de arame farpado com a moto nazista foi na verdade executado pelo dublê Bud Ekins. No filme “As 24 horas de Le Mans” (Le Mans, de 1971), McQueen também teria guiado, em algumas tomadas, um dos três Porsches de número 917 utilizados para a filmagem, já que por razões contratuais e de segurança teve que dividir a cenas com o piloto Hebert Linge. 



As linhas arrojadas do Ford Mustang GT-390 e o motor V-8
Assim também ocorreu ao guiar o Ford Mustang modificado de motor V-8 em alguns trechos da famosa cena de perseguição em Bullit, ao abrir mão das cenas mais perigosas, mais uma vez, para o dublê Bud Ekins. O resultado de seu esforço sob a direção de Yates foi compensador. E certamente a procura pelo Ford Mustang GT-390 teve ter aumentado bastante nas concessionárias, depois do filme.




Ford Mustang GT-390, um objeto de culto até hoje
Da mesma forma, a performance do Dodge Charger R/T não ficou para trás, mas alguém teria que perder na perseguição e não seria o  “mocinho” com seu Mustang GT. Pressionado por Bullit, o motorista do Dodge perde a direção e acaba se chocando com as bombas de gasolina num posto às margens da rodovia. Ocorre uma tremenda explosão e o fogo consume o Dodge com seus ocupantes dentro.


O Dodge Charger R/T cumpriu muito bem o seu papel no filme com seu belíssimo design e desempenho
Réplicas do Ford Mustang GT-390, principalmente, e do Dodge Charger R/T são colecionados e conservados até hoje mundo afora. E não é difícil para os fãs aficionados conseguir suas miniaturas pela internet.

Miniaturas do ford Mustang GT-390 de Bullit


Afirmo que vale a pena assistir o filme Bullit e esperar pela famosa cena de perseguição com o Mustang GT e o Dodge Charger, foi incrivelmente bem filmada e você se sente num daqueles carros, perseguindo ou sendo perseguido em altíssima velocidade.

Por Eumário J. Teixeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário