12 de jan de 2014

LEUNG JAN, O REI DO PUNHO DE WING CHUN


Leung Jan, o Rei do Punho de Wing Chun - Por Eumário J. Teixeira

O estilo Wing Chun (ou Wing Tsun) de Kung Fu teve vários protagonistas famosos, o último deles, sem dúvida, foi Lee Jung Fan, ou melhor, Bruce Lee. É sabido que Bruce Lee (morto em 1973) foi o primeiro chinês a apresentar o estilo puro aos norte-americanos em meados dos anos de 1960, mas com o tempo acabou por flexibilizar o estilo tradicional de Wing Chun acrescentando técnicas de outras artes marciais, como boxe, esgrima, Kung Fu do norte da China, hapkido, judô, etc., que resultariam na concepção do Jeet Kune Do (que não era um estilo definido em si mesmo, mas um conceito de adaptabilidade às circunstâncias imprevisíveis de uma luta real de rua). 

Wong Chun Leung (à esquerda) e Bruce Lee no set de Operação Dragão
Não poderia deixar de mencionar o lendário mestre Yip Man (morto em 1972), proveniente de Foshan, na China, mas que fez fama em Hong Kong, ainda colônia inglesa, nos anos de 1950. Yip Man formou outros mestres contemporâneos de Bruce Lee, que se tornaram conhecidos principalmente após a morte do “Rei do Kung Fu”. Podemos citar por exemplo, Wong Chun Leung (falecido em 1997 aos 62 anos), amigo de Bruce Lee na mocidade e o pelo que se sabe, com quem Bruce Lee aprendeu muito sobre Wing Chun e era o seu preferido para “troca” de técnicas; William Cheung (hoje com 73 anos); Hawkins Cheung (ainda vivo) e Leung Ting (sobrinho de Yip Man, hoje com 66 anos). Mas antes mesmo de Yip Man, existiu um lutador de Wing Chun lendário ao sul da China, cujos feitos até hoje são inigualáveis e que lhe valeram o título de “Rei do Punho de Wing Chun”. A seguir, uma breve biografia de Leung Jan. 

Dr. Leung Jan
Leung Jan – Teria nascido entre 1816 a 1826, durante a Dinastia Ching (1796-1820), segundo consta em algumas fontes; seu nome poderia ser pronunciado como Leung Tsan ou Liang Zan, no mandarim. Mestre Leung, também chamado de Senhor Jan de Foshan, ficou famoso pelas suas inúmeras vitórias em desafios contra outros estilos de Kung Fu, mas também era muito respeitado pelo seu conhecimento no tratamento medicinal com ervas chinesas.  O pai de Leung Jan era médico herbalista e tinha uma farmácia na rua Fai Jee, em Foshan. Leung Jan era o caçula de dois filhos e seguiu os passos do pai herdando a farmácia em 1850 após a morte de Dr. Leung, enquanto seu irmão se tornou um homem de negócios. Leung Jan começou aprender Wing Chun por volta de vinte e poucos anos de idade por intermédio de um ator de uma Companhia de Ópera chinesa, chamado Leung Yee Tai e também teria recebido instruções da técnica do bastão longo de Wong Wah Bo, bastoneiro do lendário junco vermelho que levava a  ópera às populações ribeirinhas. Isso aconteceu por volta de 1855 quando o governo Manchu proibiu a atuação da ópera. Aliás a companhia de ópera seria na verdade um instrumento de aliciamento e capacitação de homens dispostos a resistir ao governo opressor. Assim com o junco vermelho aportado nas imediações de Fosham, Leung Jan teve a oportunidade de se relacionar com os mestres Leung Yee Tai e Wong Wah Bo,  aprendendo e desenvolvendo com eles novas técnicas dentro do estilo Wing Chun. Alguns autores relatam que Leung Yee Tai  teria ido à farmácia de Leung Jan procurar por um tratamento e como Leung Jan não costumava negar ajuda à ninguém necessitado, ele teria sido aceito por Leung Yee Tai como aprendiz de Wing Chun para recompensá-lo. A tradição conta que o junco vermelho só voltou a navegar por volta de 1869. Leung Jan teria dado prosseguimento ao seu aprendizado e desenvolvimento no Wing Chun com  Fung Siu Ching numa casa de fumo em Foshan.  Leung Jan se mostrou cada vez mais apto e capacitado para a aprender e acabou por se tornar um mestre no estilo. Sua fama se deu de tal forma que ganhou o título de “Wing Chun Kuen Wong”, que traduzido seria “Rei do Punho de Wing Chun”. Leung Jan punha em prática o que aprendia, não fica apenas na teoria, assim costumava a aceitar e fazer desafios a outros lutadores de estilos diferenciados para provar a eficiência técnica do punho de Wing Chun. E se manteve invicto por 300 confrontos contra os mais variados representantes dos estilos de Kung Fu do sul ao norte da China.

Leung Bik
Leung Jan teve dois filhos ou mais (talvez cinco), mas consta que um deles seria Leung Bik.  Leung Bik que era muito habilidoso, teria ensinado a Yip Man e o resto é história. Há registros em que se observam que Leung Bik e Yip Man discutiram por um certo período de convivência aspectos da medicina e conceitos de Wing Chun. Consta que em 1885 ou 1898, dependendo da fonte, Leung Jan mudou de Foshan para a sua terra natal, Kulo, na provìncia de Heshan. Lá teria ensinado o estilo Wing Chun para os discípulos Wong Sum Wah, Leung Bak Cheung, Yik Ying e Yim Sei. Leung  Jan morreria  três anos após sua chegada a Kulo, em 1901, aos 76 anos de idade. 

Yip Man
Historiadores dizem que na vila de Kulo, Leung Jan teria ensinado a síntese final do sistema Wing Chun, um estilo mais enxuto, apesar de garantirem que ele havia transmitido as mesmas técnicas lhe passadas por Leung Yee Tai e Wong Wah Bo à bordo do junco vermelho. A lenda de Leung Jan ainda perdura no imaginário popular chinês, sua imagem heróica ainda influencia muitos romances, séries de TV e filmes. Ele foi um verdadeiro herói do “Kung Fu”, que literalmente quer dizer “habilidade em fazer”, seja na medicina ou no Wing Chun.


Por Eumário J. Teixeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário